segunda-feira, 4 de agosto de 2014

As Três Ave-Marias - uma devoção simples e eficaz


DESTAQUE

Propagai esta devoção, pois, "quem salva uma alma, tem a sua salva" (Santo Agostinho). Santo Afonso Maria de Ligório: “Um servo devoto de Maria nunca perecerá”.


*** * ***


Madonna of Mercy with Kneeling Friars - Beato Fra Angelico



As Três Ave-Marias


Como Santa Matilde suplicasse à Santíssima Virgem que a assistisse na hora da morte, ouviu que a benigníssima Senhora lhe disse:

"Sim o farei; mas quero que por sua parte me rezes diariamente três Ave-Marias.

A primeira Ave-Maria, pedindo que assim como Deus Pai me elevou a um trono de glória sem igual, fazendo-me a mais poderosa no céu e na terra, assim também eu te assista na terra para fortificar-te e afastar de ti toda potestade inimiga.

A segunda Ave-Maria, me pedirás que assim como o Filho de Deus me concedeu a sabedoria, em tal extremo que tenho mais conhecimento da Santíssima Trindade que todos os Santos, assim eu te assista na passagem da morte para encher tua alma das luzes da fé e da verdadeira sabedoria, para que não a obscureçam as trevas do erro e ignorância.

A terceira Ave-Maria, pedirás que assim como o Espírito Santo me concedeu as doçuras de seu amor, e me tem feito tão amável que depois de Deus sou a mais doce e misericordiosa, assim eu te assista na morte enchendo tua alma de tal suavidade de amor divino, que toda pena e amargura da morte se troque para ti em delicias."

A prática desta devoção consiste em rezar todos os dias três Ave-Marias agradecendo à Santíssima Trindade os dons de Poder, Sabedoria e Amor que outorgou à Virgem Imaculada, e pedindo a Maria que use deles em nosso auxílio.

Modo de praticar esta devoção:

Todos os dias, rezar o seguinte:

Maria, Mãe minha; livrai-me de cair em pecado mortal!

1- Pelo o Poder que te concedeu o Pai Eterno. Rezar uma Ave-Maria.
2- Pela Sabedoria que te concedeu o Filho. Rezar uma Ave-Maria.
3- Pelo Amor que te concedeu o Espírito Santo. Rezar uma Ave-Maria.


Santa Matilde de Hackeborn (1241-1298) , teve muitas aparições de Jesus e Maria. Apesar de sua penitência, como monja beneditina, TEMIA O MOMENTO DA MORTE . Por isso rezava a Nossa Senhora para que a assistisse naquela hora derradeira. A Virgem Maria, então, em 1285, lhe aparece e lhe consola dizendo:

_"Sim, farei aquilo que me pedes, minha filha, porém te peço que rezes diariamente, três ave-marias:

a 1ª primeira, para agradecer ao Pai Eterno por ter-me feito onipotente no céu e na terra;

a 2ª segunda, para honrar o Filho de Deus, por ter-me dado tamanha ciência e sabedoria, que ultrapassa aquela de todos os santos e de todos os anjos, e por ter-me dotado de tanto esplendor, de poder iluminar, como o sol resplandece, todo o Paraíso;

 a 3ª terceira, para honrar o Espírito Santo, por ter aceso no meu coração as chamas mais ardentes do seu amor e por ter-me feito bondosa e benigna de ser, DEPOIS DE DEUS, a mais doce e a mais misericordiosa".

 A Virgem Maria diz à santa:

 _"Na hora da morte EU:- estarei presente para te confortar e afastar de ti qualquer força diabólica;

 - infundirei em ti a luz da fé e do conhecimento, a fim de que a tua fé não venha a ser prejudicada pela ignorância;

 - assistirei, na hora de tua morte, infundindo na tua alma, a suavidade do Divino Amor, a fim de que prevaleça em ti para mudar toda pena e amargura da morte em grande suavidade".

 Muitos santos propagaram a devoção às três ave-marias... Padre Pio e Dom Bosco faziam parte desses. REZAI CADA DIA AS TRÊS AVE-MARIAS...VOSSA PROMESSA É O CÉU.



*** * ***


Nossa Senhora Das Três Ave-Marias
Lírio Imaculado da Santíssima Trindade rogai por nós.



Um dos meios de salvação mais eficaz e um dos sinais mais seguros de predestinação é, indubitavelmente, a devoção à Santíssima Virgem. Todos os Santos Doutores da Igreja são unânimes em dizer com Santo Afonso Maria de Ligório: “Um servo devoto de Maria nunca perecerá”.

O mais importante é perseverar fielmente nesta devoção até à morte.

Haverá prática mais fácil ou mais adaptável a todos que a recitação diária das três Ave-Marias, em honra dos privilégios outorgados à Santíssima Virgem pela Trindade Adorável?

Um dos primeiros a rezar as três Ave-Marias e a recomendá-las aos outros foi o ilustre Santo António de Lisboa. O Seu objetivo especial nesta prática foi honrar a Virgindade sem mácula de Maria e guardar uma pureza perfeita da mente, do coração, e do corpo no meio dos perigos do mundo. Muitos, como ele, têm sentido os seus efeitos salutares.

Mais tarde, o célebre missionário São Leonardo de Porto Maurício rezava as três Ave-Marias, de manhã e à noite, em honra de Maria Imaculada, para obter a graça de evitar todos os pecados mortais durante o dia, ou durante a noite. Além disso, prometeu de um modo especial a salvação eterna a todos aqueles que permanecessem fiéis a esta prática.

Depois do exemplo daqueles dois grandes Santos Franciscanos, Santo Afonso Maria de Ligório adotou esta prática piedosa e deu-lhe o seu apoio entusiástico e poderoso. Não só a aconselhava, como a impunha em penitência àqueles que não tivessem adotado este bom costume.

O Santo Doutor exorta, em particular, os padres e confessores a velarem cuidadosamente para que as crianças sejam fiéis em rezar diariamente as suas três Ave-Marias, de manhã e à noite. E, melhor ainda, São Leonardo de Porto Maurício recomendava a todos esta santa prática: “aos piedosos e aos pecadores, aos jovens e aos velhos”.

Até as pessoas consagradas a Deus obterão desta prática muitos frutos preciosos e salutares. Exemplos numerosos demonstram que agradáveis são à Mãe de Deus as três Ave-Marias e que graças especiais obtêm, durante a vida e à hora da morte, para aqueles que nunca as omitem todos os dias, sem exceção.

Esta prática foi revelada a Santa Matilde (Século XIII) com a promessa de uma boa morte se fosse fiel a ela todos os dias.

Está escrito também nas revelações de Santa Gertrudes: “Enquanto esta Santa cantava a Ave-Maria nos cantos matinais da Anunciação, viu subitamente três chamas brilhantes brotar do Coração do Pai, do Filho e do Espírito Santo, as quais penetraram o Coração da Santíssima Virgem”. E logo escutou as seguintes palavras: “Depois do Poder do Pai, da Sabedoria do Filho e da Ternura misericordiosa do Espírito Santo, nada se aproxima do Poder, da Sabedoria e da Ternura misericordiosa de Maria”.

Sua Santidade Bento XV elevou a Confraria das Três Ave-Marias a uma Arquiconfraria, outorgando-lhe indulgências preciosas com o poder de unir, assim, todas as Confrarias do mesmo tipo, e comunicar-lhes as suas próprias indulgências.

Prática: Reze, de manhã e à noite, três Ave-Marias em honra dos três grandes privilégios de Nossa Senhora, seguidas desta invocação: de manhã - “Ó minha Mãe, livrai-me do pecado mortal durante este dia,”; à noite - “Ó minha Mãe, livrai-me do pecado mortal durante esta noite”.

(Indulgências de 200 dias outorgadas por Leão XIII, 300 dias para os membros da Arquiconfraria das Três Ave-Marias, por Bento XV, e a Bênção Apostólica por São Pio X.)




Ato de Consagração a Nossa Senhora da Santíssima Trindade


Com todo o meu coração Vos louvo, ó Virgem Santíssima sobre todos os anjos e santos do Paraíso, Filha do Pai Eterno, e Vos consagro a minha alma com todas as suas faculdades.

Ave-Maria.*

Com todo o meu coração Vos louvo, ó Virgem Santíssima sobre todos os anjos e santos do Paraíso, caríssima Mãe do Filho de Deus, e Vos consagro o meu corpo com todos os seus sentidos.

Ave-Maria*

Com todo o meu coração Vos louvo, ó Virgem Santíssima sobre todos os anjos e santos do Paraíso, caríssima Esposa do Espírito Santo, Vos consagro o meu coração com todos os seus afetos, e Vos rogo que obtenhais da Santíssima Trindade todas as graças necessárias para a minha salvação.

Ave-Maria*

*Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de Vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amen.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...